Curta-metragem sobre menstruação é premiado no Oscar

Curta-metragem sobre menstruação é premiado no Oscar

Uma das surpresas da premiação do Oscar 2019, ocorrida no último domingo (24), foi a vitória do filme Absorvendo o Tabu (ou Period. End of Sentence, em inglês), que ganhou a estatueta de Melhor Documentário de Curta-Metragem.

A obra, distribuída pela Netflix, retrata a dura realidade de mulheres em regiões rurais e precárias da Índia e como elas lidam com os estigmas da menstruação.

O documentário “Absorvendo o Tabu” retrata os estigmas do ciclo menstrual para mulheres de
regiões precárias da Índia

O curta foca, ainda, em um grupo de mulheres produtoras de absorventes de baixo custo na região, algo que revolucionou a rotina das indianas.

Absorvendo o Tabu foi dirigido pela cineasta Rayka Zentabchi e produzido por Melissa Bertone. A diretora foi a única mulher a concorrer na categoria e demonstrou surpresa com a conquista em seu discurso: “Não acredito que um filme sobre menstruação ganhou o Oscar”, afirmou.

Nas redes sociais, muitas pessoas se manifestaram em comemoração ao prêmio e em solidariedade às mulheres indianas. Absorvendo o Tabu está disponível no catálogo da Netfix.

Confira o trailer abaixo:

Deixe uma resposta